HISTÓRIA

A década de 1970 foi muito especial para o território que hoje perfaz a Paróquia Santo Antônio Maria Claret, pois, nessa época, foram dados os primeiros passos de uma caminhada rica e bonita até hoje. Em 1975, os missionários redentoristas iniciaram as Santas Missões Populares, e, logo em seguida, os seminaristas claretianos deram continuidade aos trabalhos pastorais na comunidade, somando esforços para a construção de uma capela, já que faltava espaço para as pessoas que vinham participar das celebrações, caracterizadas pelo ânimo tão próprio dos inícios.

Os anos corriam e, em 1979, a comunidade dos damascenos se estabeleceu no Alto Boqueirão, nascendo o Centro Comunitário Santo Antônio Maria Claret, para a alegria dos moradores que há tanto tempo esperavam um lugar apropriado para louvar e agradecer a Deus. Foi grande o louvor daquela época. A celebração semanal da missa dava forma e vida à comunidade, que já festejava seu padroeiro, educava suas crianças na fé através da catequese e de uma rica liturgia que animava a todos.

Os anos de 1980 foram muito significativos para a comunidade, que já contava com uma programação muito rica. Nesse mesmo ano, iniciou-se a construção de uma nova igreja, pois a capela já não comportava o grande número dos fiéis. Os trabalhos que eram grandes, desde a terraplanagem até a preparação do terreno, foram animados pelas missas com o tema “Nós somos as pedras vivas da Igreja”. Tão grande foi o incentivo que, em dezembro, já estava toda coberta, e no ano seguinte surgiram as primeiras CEBs.

Em 31 de março de 1985, Domingo de Ramos, conforme decreto de criação, nasce oficialmente a Paróquia Santo Antônio Maria Claret. Nessa mesma década, davam-se passos importantes, como o Centro de Educação Popular Dom Bosco, a romaria de trem para Paranaguá, além da preocupação com a formação da comunidade em vários níveis eclesiais. Buscava-se uma organização melhor a partir da criação de novas pastorais e movimentos, além do fortalecimento da catequese e da preparação para os sacramentos.

Os primeiros anos da Paróquia Santo Antônio Maria Claret permitiram o crescimento de uma comunidade que sempre se mostrou unida e missionária, e, em todo esse tempo, várias outras atividades foram desenvolvidas pela comunidade, sempre com expressiva participação das pessoas.

Durante todos esses anos, vários sacerdotes fizeram parte de nossa caminhada e contribuíram significativamente para a evangelização paroquial, ajudaram a construir uma comunidade fraterna e evangelizadora, deixando como legado a palavra de Cristo para ser vivida e compartilhada com nossos irmãos. Atualmente, Pe. José Alir Moreira é o Pároco e Pe. José Werth é o Vigário Paroquial. Além disso, a Paróquia acolheu o Seminário Maior de Teologia Nossa Senhora de Belém, que tem como reitor o Pe. José Alir.

Durante todos esses anos, vários sacerdotes fizeram parte de nossa caminhada e contribuíram significativamente para a evangelização paroquial, ajudaram a construir uma comunidade fraterna e evangelizadora, deixando como legado a palavra de Cristo para ser vivida e compartilhada com nossos irmãos. Atualmente, Pe. José Alir Moreira é o Pároco e Pe. José Werth é o Vigário Paroquial. Além disso, a Paróquia acolheu o Seminário Maior de Teologia Nossa Senhora de Belém da Diocese de Guarapuava que tem como reitor o Pe. José Alir.

Herdamos uma Paróquia que tem em sua essência a missão, o anseio por levar a Boa-Nova do Evangelho a todas as pessoas. Por isso, somos chamados a evangelizar através de todos os meios disponíveis, buscando nos atualizar sempre, por meio de formações e aprofundamentos, uma vez que a sede da Palavra de Deus não cessa em nossa atividade pastoral, pois olhamos para o passado, mas nos lançamos ao futuro para levar a todos o Evangelho de Jesus Cristo até que Ele venha.

Scroll to top