Institucional

paroquia

Na década de 70, os padres e religiosos claretianos realizaram atividades missionárias de visitas às famílias, missas, celebrações e bênçãos nesta região do Boqueirão. Nesta época já era visível o crescimento da vila com a chegada de muitas famílias de paranaenses e catarinenses que deixavam as pequenas cidades e o campo para uma nova vida na capital.

O aumento demográfico apontava para a necessidade da presença da igreja, assim, iniciou-se à formação da comunidade. Em março de 1979, o Padre João Rocha e alguns jovens (Comunidade Damasco) mudaram-se para essa região e assumiram a missão de formação e organização pastoral da vila. Realizaram um corajoso e bonito trabalho preparando a futura comunidade paroquial.

Seis anos depois, em março de 1985, o Arcebispo Dom Pedro Fedalto cria a nova Paróquia e elege como seu padroeiro Santo Antonio Maria Claret. A Paróquia Santo Antonio Maria Claret foi erguida no dia 25 de março de 1985 ( dia da Festa da Anunciação do Senhor neste ano). Ela surgiu do desmembramento das Paróquias Nossa Senhora da Paz e Nossa Senhora das Vitórias, tendo dois centros irradiadores da fé e da experiência comunitária: a Comunidade Matriz e a Comunidade Nossa Senhora da Visitação, ambas com suas Comunidades Eclesiais de base, pastorais, grupos e movimentos.

Hoje a Comunidade Paroquial tem uma população de aproximadamente sessenta mil habitantes, com vinte e três comunidades eclesiais de base, os conselhos de pastoral, assuntos econômicos e missionário, as pastorais: da criança, da juventude da catequese, da animação litúrgica, da comunicação, da liturgia, do batismo, do dízimo, dos coroinhas, familiar, Social, Ministros Extraordinários da Comunhão, os movimentos das capelinhas, apostolado da oração e renovação carismática, infância e adolescência missionária.

Nos últimos anos, surgiu um novo centro de evangelização, a capela São José, na vila Pantanal que conta com a presença das irmãs de São José de Cuneo animando a vida pastoral.

Os padres que aqui atuaram até o presente momento foram: Pe. Giovane Rocchia (João Rocha), Pe. João Batista Dinamarques, Pe. Ozenildo Staviski, Pe. Denílson Aparecido Rossi, Pe. Marcondes M. Barbosa, Pe. Rivael, Pe. Manoel Vilela, Pe. Mário, Pe. James Dalalasta, Pe. Volnei Carlos e Campos e servindo atualmente a comunidade, está o Pe. JOSÉ ALIR MOREIRA auxiliado pelo Vigário Pe. José.

A congregação das Irmãs de São José de Cuneo e a Comunidade Damasco estiveram presente animando a caminhada paroquial por mais vários anos, com certeza deixaram a paróquia e as CEBs o legado de ser missionários, missão que toda a Paróquia abraça até dos dias atuais com muito carinho.